Ciência, significação e metalinguagem: Le sacre du printemps

José Luiz Martinez

Resumo


A partir da teoria semiótica da música proposta pelo autor, procura-se equacionar o conhecimento musical e o conhecimento musicológico como formas de semiose. Como objeto de análise, se estuda A Sagração da Primavera de Igor Stravinsky em vista de suas construções metalingüísticas, para as quais se oferece uma formulação teórica em termos da metáfora enquanto forma de significação icônica.


Palavras-chave


Stravinsky; Semiótica; Metalinguagem;

Texto completo:

PDF

Referências


BOUCOURECHLIEV, André. Igor Stravinsky, trad. Martin Cooper. New York: Holmes & Meier, 1987.

BOULEZ, Pierre. Apontamentos de Aprendiz. Paule Thévenin (ed.), trad. de Stella Moutinho et alli. São Paulo: Perspectiva, 1995.

BRANDSTETTER, Gabriele. Ritual as Scene and Discurse: Art and Science Around 1900 as Exemplified by Le Sacre du Printemps. The World of Music 40(1), 1998, p. 37-59.

CRAFT, Robert (ed.) Stravinsky, Selected Correspondence, 3 vols. London: Faber & Faber, 1982.

_______________Stravinsky: crônica de uma amizade, trad. Eduardo F. Alves. São Paulo: Difel, 2002.

HILL, Peter. Stravinsky: The Rite of Spring. Cambridge: Cambridge U.P., 2000.

HODSON, Millicent. Nijinsky's Crime Against Grace: Reconstruction Score of the Original Choreography for Le Sacre Du Printemps (= Dance & Music Series, no. 8). New York: Pendragon, 1996.

MARTINEZ, José Luiz. Música & Semiótica: um estudo sobre a questão da representação na linguagem musical. Dissertação de mestrado não publicada. São Paulo: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 1991.

___________________Icons in Music: a Peircean Rationale. Semiotica 110(1/2), 1996, p.57-86.

___________________Semiosis in Hindustani Music. Imatra: International Semiotics Institute, 1997.

___________________Semiosis in Hindustani Music, 2a edição revisada. Delhi: Motilal Banarsidass, 2001.

MORAES, J. Jota. O que é Música. São Paulo: Brasiliense, 1983.

PEIRCE, Charles Sanders. The Collected Papers, 8 vols. Hartshorne, Charles ; Weiss, Paul; e Burks Arthur W. (eds.). Cambridge: Harvard University Press. Referências aos Collected Papers of Charles Peirce são indicadas por (CP [volume].[parágrafo]). 1938-1956.

STRAVINSKY, Igor. The Rite of Spring in Full Score. New York: Dover, 1989.

STRAVINSKY, Igor & CRAFT, Robert. Conversas com Igor Stravinsky. Trad. de Stella R. O. Moutinho. São Paulo: Perspectiva, 1984.

TARUSKIN, Richard. Russian folk melodies in The Rite of Spring. Journal of the American Musicological Society, 23, 1980, p. 501-43.

_________________From Firebird to The Rite: Folk Elements in Stravinsky’s Scores. Ballet Review 10(2), 1982, p. 72-87.

ZENCK, Martin. Ritual or Imaginary Ethnography in Stravinsky’s Le Sacre du Printemps? The World of Music 40(1), 1998, p. 61-78.

Vídeografia:

STRAVINSKY, Igor; NIJINSKY, Vaslav; ROERICH, Nicholas (1989). Le Sacre du Printemps with Joffrey Ballet, direção de Robert Joffrey; Orquestra Nacional de Praga, regente Allan Lewis; reconstrução de Millicent Hodson e Kenneth Archer. Produção de Judy Kinberg e Thomas Grimm. New York e Copenhague: WNET e Danmarks Radio. [6o minutos, VHS]


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



 
OPUS - Revista Eletrônica da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música (ANPPOM)
ISSN 0103-7412 (versão impressa, 1989-2008), ISSN 1517-7017 (versão online, 2009- )