ASPECTOS INTERCULTURAIS DA TRANSCRIÇÃO MUSICAL: ANÁLISE DE UM CANTO INDÍGENA

Maria Ignez Cruz Mello

Resumo


Este artigo apresenta algumas idéias a respeito do processo de transcrição musical partindo da etnografia do ritual feminino de iamurikuma, realizado pelas mulheres do grupo indígena Wauja, que vivem na região dos formadores do rio Xingu, no Mato Grosso. Esta etnografia faz parte de minha recém defendida tese de doutorado em Antropologia Social, cujo foco está centrado na análise de um extenso repertório de cantos femininos. Ao enfatizar o método de transcrição musical como um processo eminentemente cultural, chamo a atenção para questões ligadas à percepção musical e à importância do discurso nativo na fundamentação da análise.

Palavras-chave


Música indígena. Transcrição musical. Análise musical.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 OPUS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 
OPUS - Revista Eletrônica da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música (ANPPOM)
ISSN 0103-7412 (versão impressa, 1989-2008), ISSN 1517-7017 (versão online, 2009- )