BREVE RETROSPECTIVA HISTÓRICA E DESAFIOS DO ENSINO DE MÚSICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA BRASILEIRA

Rita de Cássia Fucci Amato

Resumo


O presente artigo procura relatar brevemente a história da educação musical nas escolas de ensino fundamental e médio do Brasil, desde a sua implantação no século XIX até os dias atuais. Para tal, procurou-se contextualizar os avanços no ensino de música e alguns momentos históricos da educação no país. O estudo também ressaltou a questão da defasagem cultural e a discussão da (des)qualificação do corpo docente na área de música e abordou alguns aspectos da relação entre a escola e a arte. A investigação, de caráter qualitativo, baseou-se em uma revisão bibliográfica. Concluiu-se, assim, que o ensino de música no ensino fundamental e médio apresenta-se como um desafio interinstitucional e que sua execução eficaz somente é possível a partir da ação conjunta do Estado e de escolas, profissionais da área, pesquisadores, professores e entidades que congreguem esses agentes.


Palavras-chave


Educação musical; Ensino fundamental e médio; Educação brasileira.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Renato. História da Música Brasileira. Rio de Janeiro: F. Briguiet & Comp., 1942.

ÁLVARES, Sérgio Luis de Almeida. A educação musical curricular nas escolas regulares do Brasil: a dicotomia entre o direito e o fato. Revista da ABEM, Porto Alegre, v. 12, p. 57-64, mar. 2005.

ARROYO, Margarete. Música na educação básica: situações e reações nesta fase pós-LDBEN/ 96; Revista da ABEM, Porto Alegre, v. 10, 29-34, mar. 2004.

BARBOSA, Joaquim Gonçalves (Org.). Multirreferencialidade nas ciências e na educação. São Carlos: EdUFSCar, 1998

BOCHNIAK, Regina. Questionar o conhecimento: interdisciplinaridade na escola ... e fora dela. São Paulo: Loyola, 1992.

BOURDIEU, Pierre. A escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. Tradução de Aparecida Joly Gouveia. In: NOGUEIRA, Maria Alice; CATANI, Afrânio (Orgs.). Pierre Bourdieu: escritos de educação. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 1998a. p. 39-64.

______. Os três estados do capital cultural. Tradução de Magali de Castro. In: NOGUEIRA, Maria Alice; CATANI, Afrânio (Orgs.). Pierre Bourdieu: escritos de educação. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 1998a. p. 71-79. 164 Revista Opus 12 - 2006

FERNANDES, José Nunes. Normatização, estrutura e organização do ensino da música nas escolas de educação básica do Brasil: LDBEN/ 96, PCN e currículos oficiais em questão. Revista da ABEM, Porto Alegre, v. 10, p. 75-87, mar. 2004.

FIGUEIREDO, Sérgio Luiz Ferreira de. A preparação musical de professores generalistas no Brasil. Revista da ABEM, Porto Alegre, v. 11, p. 55-61, set. 2004.

______. Educação musical nos anos iniciais da escola: identidade e políticas educacionais. Revista da ABEM, Porto Alegre, v. 12, p. 21-29, mar. 2005.

FONTERRADA, Marisa. Educação Musical: Investigação em quatro movimentos: Prelúdio, Coral, Fuga e Final. São Paulo, 1991. Dissertação (Mestrado em Psicologia da Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

FUCCI AMATO, Rita de Cássia. Um estudo sobre a (des)qualificação docente no ensino de música na educação básica. In: ENCONTRO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MUSICAL (ABEM), 15., 2006, João Pessoa. Anais... João Pessoa: ABEM/ UFPB, 2006.

GLATTER, Ron. A gestão como meio de inovação e mudança nas escolas. In: NÓVOA, António (Org.). As organizações escolares em análise. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 143-161.

GOOD, Thomas L.; WEINSTEIN, Rhona S. As escolas marcam a diferença: evidências, críticas e novas perspectivas. In: NÓVOA, António (Org.). As organizações escolares em análise. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 77-98.

HUTMACHER, Walo. A escola em todos os seus estados: das políticas de sistemas às estratégias de estabelecimento. In: NÓVOA, António (Org.). As organizações escolares em análise. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 45-76.

LE GOFF, Jacques. A história nova. 4 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

LOUREIRO, Alicia Maria Almeida. A educação musical como prática educativa no cotidiano escolar. Revista da ABEM, Porto Alegre, v. 10, p. 65-74, mar. 2004.

MACHADO, Daniela Dotto. A visão dos professores de música sobre as competências docentes necessárias para a prática pedagógico-musical no ensino fundamental e médio. Revista da ABEM, Porto Alegre, v. 11, p. 37-45, set. 2004.

MAGALHÃES, Justino. Um apontamento metodológico sobre a história das instituições educativas. In: SOUSA, Cynthia Pereira; CATANI, Denice Bárbara (Orgs.). Práticas educativas, culturasescolares, profissão docente. São Paulo: Escrituras, 1998. p. 51-69.

NAGLE, Jorge. A educação na primeira república. In: HOLLANDA, S.B. História Geral da civilização brasileira. Tomo III, livro 3. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1968. p. 259-291.

NÓVOA, António. Para uma análise das instituições escolares. In:

______. (Org.). As organizações escolares em análise. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 13-43.

PENNA, Maura. Professores de música nas escolas públicas de ensino fundamental e médio: uma ausência significativa. Revista da ABEM, Porto Alegre, v. 7, p. 7-19, set. 2002.

______. A dupla dimensão da política educacional na escola: I – analisando a legislação e termos normativos. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 10, p. 19-28, mar. 2004.

SANTOS, Regina Márcia Simão. Música, a realidade nas escolas e políticas de formação. Revista da ABEM, Porto Alegre, v. 12, p. 49-56, mar. 2005.

SÃO PAULO (estado). Proposta Curricular para o ensino de Educação Artística: I grau. São Paulo: Secretaria de Educação, Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas, 1991.

______. Proposta Curricular para o ensino de Educação Artística: II grau. São Paulo: Secretaria de Educação, Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas, 1992.

SHAFER, R. Murray. O ouvido pensante. São Paulo: Unesp, 1991.

SCHAFF, Adam. História e verdade. 6 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

SNYDERS, Georges. A escola pode ensinar as alegrias da música? São Paulo: Cortez, 1992.

SPANAVELLO, Caroline Silveira; BELLOCHIO, Cláudia Ribeiro. Educação musical nos anos iniciais do ensino fundamental: analisando as práticas educativas de professores unidocentes. Revista da ABEM, v. 12, p. 89-98, mar. 2005.

VERGER, Annie. L´artiste saisi par l´école. Actes de la Recherche en Sciences Sociales, Paris, n. 42, p. 19-32, 1982. Revista Opus 12 - 2006 165

VISCONTI, Márcia; BIAGIONI, Maria Zei. Guia para educação e prática musical em escolas. São Paulo: Abemúsica, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



 
OPUS - Revista Eletrônica da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música (ANPPOM)
ISSN 0103-7412 (versão impressa, 1989-2008), ISSN 1517-7017 (versão online, 2009- )