Arte musical e pesquisa historiográfica: Uma reflexão tensa de Carl Dahlhaus em Foundations of Music History

Silvio Augusto Merhy

Resumo


O grupo de pesquisa Historiografia das Práticas Musicais estuda a integração
entre os campos de conhecimento da Música e da História, inserindo-a nas iniciativas de pesquisa dos estudantes de Música, com o compromisso de associação destas iniciativas com as pesquisas realizadas nas áreas das Ciências Sociais e Humanas em outras Instituições. O ensaio sobre Dahlhaus resulta das discussões nas reuniões do grupo de pesquisa, tendo, como matriz teórica, textos sobre Teoria e Metodologia da História e das Ciências Sociais e Humanas. O grupo tem também como objetivo a integração da Graduação e da Pós-Graduação no âmbito da Unirio.


Texto completo:

PDF

Referências


BURKE, Peter. A Escola dos Annales. São Paulo: Editora da Unesp, 1990.

BARTHES, Roland. Elementos de Semiologia. São Paulo: Editora Cultrix, 1975.

BARTHES, Roland. A morte do autor. In: ______. O rumor da língua. São Paulo: Martins Fontes, 2004, p. 57-64.

BLOCH, Marc. Apologia da História. Rio de Janeiro: Zahar, 2002.

CHARTIER. Roger. Leituras populares. In: ______. Formas e sentido. Campinas: Mercado das Letras, 2003, p. 141-167.

FOUCAULT, Michel. O que é um autor? Lisboa: Vega, 1992.

JAUSS, Hans R. et al. A Literatura e o leitor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Lingüística Geral. 7. ed. São Paulo: Cultrix, 1975.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



 
OPUS - Revista Eletrônica da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música (ANPPOM)
ISSN 0103-7412 (versão impressa, 1989-2008), ISSN 1517-7017 (versão online, 2009- )