Compreender a profissionalização de professores de música: contribuições de abordagens biográficas

Delmary Vasconcelos de Abreu

Resumo


Este artigo discute contribuições de abordagens biográficas para uma compreensão do processo de profissionalização de professores licenciados em outras áreas do conhecimento e que se tornaram professores de música. Para tanto, apresenta os caminhos metodológicos utilizados em uma pesquisa concluída de doutorado, cuja estratégia foi baseada na entrevista narrativa com dez professores que atuam no contexto escolar. A interpretação dos resultados da pesquisa sinaliza que tomar a profissionalização como uma narrativa constitui um caminho em que o processo de produção da subjetividade de professores e a sua mobilização no contexto em que estão inseridos podem propiciar, à área de educação musical, outras discussões e aprofundamentos de estudos que tratam dos modos de se profissionalizar em música. 


Palavras-chave


Profissionalização docente em música; Abordagem biográfica; Narrativas de profissionalização.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAHÃO, Maria Helena M. B. Memória, narrativas e pesquisa autobiográfica. In: In: ______. História da Educação (ASPHE). Pelotas: Editora da UFPel. v.14, n. 1, 2003. p. 79-95.

______. Profissionalização docente e identidade - a reinvenção de si. Educação. Porto Alegre, n. especial, p. 163-185, 2007. Disponível em Acesso em: 19 mai. 2009.

ABREU, Delmary Vasconcelos. Educação básica: campo de atuação profissional em música. In: ENCONTRO ANUAL DA ABEM, 17. 2008, São Paulo. Anais... São Paulo: ABEM, 2008. p. 1-8. CD-ROM.

ARAÚJO, Rosane C. Saberes docentes de professores de piano. In: CONGRESSO DA ANPPOM, IV Fórum de Pesquisa Científica em Arte, Curitiba, 2006. Anais... Curitiba: 2006. CD-ROM.

______. Um estudo sobre os saberes que norteiam a prática pedagógica de professores de piano. Porto Alegre: UFRGS, 2005. Tese (Doutorado em Música). Programa de Pós-Graduação em Música, Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.

AZEVEDO, Maria Cristina C. Os saberes docentes na ação pedagógica dos estagiários de música: dois estudos de caso. Porto Alegre: 2007. Tese (Doutorado em Música). Programa de Pós-Graduação em Música, Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

BEINEKE, Viviane. Políticas públicas e formação de professores: uma reflexão sobre o papel da universidade. Revista da Abem, Porto Alegre, v. 10, p. 35-41, mar. 2004.

______. O conhecimento prático do professor: uma discussão sobre as orientações que guiam as práticas educativo-musicais de três professoras. Em Pauta - Revista do Curso de Pós- graduação Mestrado em Música, Porto Alegre, v. 12, n. 19/19, p. 95-129, 2001a.

______. Funções e significados das práticas musicais na escola. Presença Pedagógica, Belo Horizonte, v. 7, p. 56-65, 2001b.

______. O conhecimento prático do professor de música: três estudos de caso. Porto Alegre: 2000. Dissertação (Mestrado em Música). Programa de Pós-Graduação em Música, Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2000.

BELLOCHIO, Cláudia Ribeiro. A formação profissional do educador musical: algumas apostas. Revista da Abem, v. 8, p. 17-24, mar., 2003.

______. Escola - Licenciatura em Música - Pedagogia: compartilhando espaços e saberes na formação inicial dos professores. Revista da Abem, Porto Alegre, v. 7, p. 41-48, set. 2002.

______. Educação Musical: olhando e construindo na formação e ação de professores. Revista da Abem, Porto Alegre, v. 6, p. 41-48, set. 2001.

______. A educação musical nas séries iniciais do ensino fundamental: olhando e construindo junto às práticas cotidianas do professor. Porto Alegre: UFRGS, 2000. 425p. Tese (Doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2000.

DEL-BEN, Luciana. et al. Políticas educacionais e seus impactos nas concepções e práticas educativo-musicais na educação básica. In: CONGRESSO DA ANPPOM, 16, Brasília, 2006a. Anais... Brasília: 2006. CD-ROM.

______. Saberes pedagógicos ou específicos? Uma discussão sobre os saberes no campo da educação musical. In: ENCONTRO ANUAL DA ABEM, 15, João Pessoa, 2006b. Anais... João Pessoa: 2006. CD-ROM.

______. Concepções e ações de educação musical escolar: três estudos de caso. Tese (Doutorado em Música). Programa de Pós-Graduação em Música, Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2001.

DELORY-MOMBERGER, Christine. Os desafios da pesquisa biográfica em educação. In: SOUZA, Elizeu C. (Org.). Memória, (auto) biografia e diversidade: questões de métodos e trabalho docente. Salvador: EDUFBA, 2011. p. 43-58.

_______. Biografia e educação: figuras do indivíduo-projeto. Tradução de Maria da Conceição Passeggi, João Gomes da Silva Neto, Luis Passeggi. Natal: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008.

DIGNEFFE, Françoise; BECKERS, Myrian. Do individual ao social: a abordagem biográfica. In: ALBARELLO, L. et. al. Práticas e métodos e investigação em ciências sociais. Tradução de Luísa Baptista. Lisboa: Gradiva, 1997.

DOMINICÉ, Pierre. La formation comme régime nocturne: raison narrative et formation. Education permanente, Paris, n. 122, p. 179-189,1995.

______. L’ histoire de vie comme processus de formation. Paris: L’ Harmattan,1990.

______. A biografia educativa: instrumento de investigação para a educação de adultos. In: NÓVOA, António; FINGER, Mathias. O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: MS/DRHS/CFAP, 1988.

FIGUEIREDO, Sérgio. A educação musical e os novos tempos da educação brasileira. Revista NUPEART - Núcleo Pedagógico de Educação e Arte, Florianópolis, v. 1 n. 1, p. 43-58, 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1997. Coleção Leitura.

HENTSCHKE, Liane; AZEVEDO, Maria Cristina C.; ARAÚJO, Rosane. Os saberes docentes na formação do professor: perspectivas teóricas para a educação musical. Revista da Abem, Porto Alegre, v. 15, p. 49-58, set. 2006.

JOSSO, Marie-Christine. As figuras de ligação nos relatos de formação: ligações formadoras, deformadoras e transformadoras. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 32, n. 2, p. 373-383, maio/ago., 2006.

________. Experiências de vida e formação. Lisboa: EDUCA, 2004.

________. Cheminer vers soi. Suiça: L’Age D’Homme, 1991.

________. Da formação do sujeito... ao sujeito da formação. In: NÓVOA, António; FINGER, Mathias. O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: MS/DRHS/CFAP, 1988. p. 37-50.

JOVCHELOVITCH, Sandra; BAUER, Martin W. Entrevista Narrativa. In: BAUER, M. W; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

LATOUR, Bruno. A ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. São Paulo: Editora Unesp, 2000.

MACHADO, Daniela Dotto. A visão dos professores de música sobre as competências docentes necessárias para a prática pedagógico-musical no ensino fundamental e médio. Revista da Abem, Porto Alegre, v. 11, p. 37-45, set. 2003.

MINAYO, M. Cecília de Souza; DESLANDES, Suely Ferreira. Caminhos do pensamento: epistemologia e método. Rio de Janeiro: Fio Cruz, 2002.

MOITA, Maria da Conceição. Percursos de formação e de trans-formação. In: NÓVOA, António (Org.). Vida de professores. 2. ed. Porto: Porto Ed., 1992. p. 111-140.

MORATO, Cintia T. Estudar e trabalhar durante a graduação em música: Construindo sentidos sobre a formação profissional do músico e do professor de música. Tese (Doutorado em Música). Programa de Pós-Graduação em Música, Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

NÓVOA, António. Relação escola-sociedade “novas respostas para um velho problema”. In: SERBINO, Raquel V. et al. Formação de Professores. São Paulo: Ed. da Unesp,1998. p. 19-

______ (Org.). Profissão Professor. 2. ed. Porto, Portugal: Porto Editora, 1995.

______. A formação tem de passar por aqui: as histórias de vida no Projeto Prosalus. In:

NÓVOA, António; FINGER, Mathias. O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: MS/DRHS/CFAP, 1988. p. 107-130.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Memórias de pesquisa-formação: cenários, tempos, personagens e enredo. In: PASSEGGI, Maria da Conceição; BARBOSA, Tatyana M. N. (Org.). Memórias, memoriais: pesquisa e formação docente. Natal: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008, p. 27-42.

PINEAU, Gastón. O gaio saber do amor à vida. In: SOUZA, Elizeu, C.; MIGNOT, Ana C. V. (Org.). Histórias de vida e formação de professores. Rio de Janeiro: Quartet; FAPERJ, 2008, p. 17-38.

______. Moments de formation de lautos et ouvertures transdisciplinaires. In: Éducation Permanente, n. 168, 2006. p. 5-18.

______. Experiências de aprendizagem e histórias de vida. In: CARRÉ, Philippe; CASPAR, Pierre. Tratado das ciências e das técnicas da formação. Trad. Pedro Seixas. Lisboa: Instituto Piaget, 1999. p. 37-50.

PINEAU, Gaston. A autoformação no decurso da vida: entre a hetero e a ecoformação. In: NÓVOA, António; FINGER, Mathias. O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: MS/DRHS/CFAP, 1989. p. 63-77.

RAMALHO, Betânia Leite; NÚÑEZ, Isauro Béltran; GAUTHIER Clermont. Formar o professor, profissionalizar o ensino: perspectivas e desafios. Porto Alegre: Sulina. 2003.

SANTOS, Regina Márcia Simão. Música, a realidade nas escolas e políticas de formação. Revista da Abem, Porto Alegre, v. 12, p. 49-56, mar. 2005.

SCHALLER, Jean-Jaques. Lugares aprendentes e inteligência coletiva: rumo à constituição de um mundo comum. In: PASSEGGI, M. C.; SOUZA, Elizeu C. (Org.); (Auto)biografia: formação, territórios e saberes. Natal: EDUFRN; São Paulo: PAULUS, 2008. p. 67-84.

SOUZA, Elizeu Clementino. Modos de narração e discursos da memória: biografização, experiências e formação. In: PASSEGGI, M. C.; SOUZA, Elizeu C. (Org.); (Auto)biografia: formação, territórios e saberes. Natal: EDUFRN; São Paulo: PAULUS, 2008a. p. 85-101.

______. (Auto)biografias, histórias de vida e práticas de formação. In: DIAS, Antonio D.; HETKOWSKI, Tânia M. (Org.). Memória e formação de professores. Salvador: EDUFBA, 2007. p. 59-74.

SOUZA, Jusamara, et al. O que faz a música na escola? Concepções e vivências de professores do ensino fundamental. Porto Alegre: Núcleo de Estudos Avançados do Programa de Pós- graduação em Música - Mestrado e Doutorado, 2002. Série estudos n. 6.

SPANAVELLO, Carolina Silveira; BELLOCHIO, Claudia Ribeiro. Educação musical nos anos iniciais do ensino fundamental: analisando as práticas educativas de professores unidocentes. Revista da Abem, Porto Alegre, v. 12, p. 89-98, mar. 2005.

TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e Formação Profissional. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

TORRES, Maria Cecília A. R. Identidades Musicais de alunas de pedagogia: músicas, memória e mídia. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: UFRGS, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



 
OPUS - Revista Eletrônica da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música (ANPPOM)
ISSN 0103-7412 (versão impressa, 1989-2008), ISSN 1517-7017 (versão online, 2009- )