A aprendizagem autorregulada da percepção musical no ensino superior: uma pesquisa exploratória

Pablo da Silva Gusmão

Resumo


A disciplina de Percepção Musical, sendo obrigatória e coletiva, apresenta algumas dificuldades características nas universidades brasileiras, como o desnível das turmas, problemas relacionados à motivação e à falta de autonomia na aprendizagem. Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa exploratória que investigou as relações entre os construtos psicológicos envolvidos na autorregulação da aprendizagem da Percepção Musical em alunos de cursos de Graduação em música. Através da utilização de entrevistas semiestruturadas, buscou-se compreender a interação entre os processos descritos no modelo de Zimmermman (2002) na narrativa de três alunos. Nesta pesquisa inicial, foi possível perceber que existe uma relação entre o desempenho nas disciplinas de Percepção Musical e a utilização de processos autorregulatórios, principalmente o estabelecimento de prioridades e o gerenciamento eficiente do tempo, além da ausência de estratégias relacionadas à divisão de metas em submetas próximas e específicas e à definição de padrões de autoavaliação. Investigar estratégias de intervenção nos diversos processos cognitivos envolvidos com a aprendizagem autorregulada da percepção musical poderá auxiliar os alunos a se tornarem mais motivados e autônomos em seu estudo acadêmico. 


Palavras-chave


Percepção musical; Aprendizagem autorregulada; Autoeficácia.

Texto completo:

PDF

Referências


BABBIE, E. The Basics of Social Research. 5a ed. Belmont: Wadsworth, 2011.

BARBOSA, M. F. S. A percepção musical sob novo enfoque: a escola de Vigotsky. Música Hodie, v. 5, n. 2, p. 91-105, 2005.

BERNARDES, V. A percepção musical sob a ótica da linguagem. Revista da ABEM, Porto Alegre, n.6, p. 37-85, 2001.

BORTZ, G. Contextualização musical no treinamento auditivo: transferindo memórias à prática musical. In: SIMPÓSIO DE COGNIÇÃO E ARTES MUSICAIS, 6, 2010, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: UFRJ, 2010. p. 1-8.

GERLING, C. C. Treinamento auditivo e teoria musical no Departamento de Música da UFRGS: implantação de um programa integrado. Revista Em Pauta, Porto Alegre, v.5, n. 8, p. 34-40, 1993.

________. Bases para uma metodologia de percepção musical e estruturação no 3o grau. Revista da ABEM, Porto Alegre, v. 2, n. 2, p. 21-26, 1995.

GROSSI, C. Avaliação da percepção musical na perspectiva das dimensões da experiência musical. Revista da ABEM, Porto Alegre, n. 6, p. 49-58, 2001.

KARPINSKI, G. S. Aural Skills Acquisition: The Development of Listening, Reading, and Performing Skills in College-Level Musicians. Oxford: Oxford University Press, 2000.

OTUTUMI, C. H. V. Percepção musical: situação atual da disciplina nos cursos superiores de música. Dissertação (Mestrado em Música). Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

PINTRICH, P. R.; DE GROOT, E. V. Motivational and Self-Regulated Learning Components of Classroom Academic Performance. Journal of Educational Pyschology, v. 82, n. 1, p. 33-40, 1990.

ROGERS, M. Teaching Approaches in Music Theory: An Overview of Pedagogical Philosophies. Carbondale: Southern Illinois University Press, 1984.

SANTOS, R. A. T.; HENTSCHKE, L.; GERLING, C. A prática de solfejo com base na estrutura pedagógica proposta par Davidson e Scripp. Revista da ABEM, n. 9, p. 29-42, 2003.

SCHUNK, D. H. Self-Efficacy and Achievement Behaviors. Educational Psychology Review, v. 1, n. 3, p. 173-208, 1989.

________. Self-Efficacy and Academic Motivation. Educational Psychologist, n. 26, p. 207-231, 1991.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

ZIMMERMAN, B. J. A Social Cognitive View of Self-Regulated Academic Learning. Journal of Educational Psychology, v. 81, n. 3, p. 329-339, 1989.

________. Self-Efficacy: An Essential Motive to Learn. Contemporary educational psychology, v. 25, n. 1, p. 82-91, 2000.

________. Becoming a Self-Regulated Learner: An Overview. Theory into Practice, v.41, n. 2, p. 64-70, 2002.

ZIMMERMAN, B. J.; MARTINEZ-PONS, M. Student Differences in Self-Regulated Learning: Relating Grade, Sex, and Giftedness to Self-Efficacy and Strategy Use. Journal of Educational Psychology, v. 82, n. 1, p. 51-59, 1990.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



 
OPUS - Revista Eletrônica da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música (ANPPOM)
ISSN 0103-7412 (versão impressa, 1989-2008), ISSN 1517-7017 (versão online, 2009- )