Aplicação do algoritmo de contraponto dissonante de Tenney na determinação de parciais em espectros de sons concretos

Raphael Santos, Liduino Pitombeira

Resumo


Neste artigo, propomos um sistema para determinação de harmonias espectrais extraídas de sons concretos a partir da utilização do algoritmo de contraponto dissonante, desenvolvido por James Tenney. Com base nesse algoritmo, definimos um sistema composicional, descrevemos sua implementação como aplicativo computacional e o utilizamos no planejamento composicional de duas obras originais: o primeiro movimento de um quarteto de clarinetes e um quinteto de metais. 


Palavras-chave


Música espectral; Contraponto dissonante; James Tenney;

Texto completo:

PDF

Referências


ADLER, Samuel. The Study of Orchestration. New York: W.W. Norton, 2002.

AMES, Charles. Tutorial on Automated Composition. In: PROCEEDINGS OF THE ICMC, INTERNATIONAL COMPUTER MUSIC ASSOCIATION, 1987, Urbana, Illinois: p. 1-8.

COWELL, Henry. New Musical Resources. Cambridge: Cambridge Music Press, 1996.

FINEBERG, Joshua. Guide to the Basic Concepts and Techniques of Spectral Music. Contemporary Music Review, v. 19, parte 2, p. 81-113, 2000.

LIMA, Flávio. Desenvolvimento de sistemas composicionais a partir de intertextualidade. Dissertação (Mestrado em Música). Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2011.

OLIVEIRA, Helder. Aplicação de princípios gestálticos no planejamento de estruturas composicionais utilizadas na peça Segmentos. Dissertação (Mestrado em Música). Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2014.

POLANSKY, Larry; BARNETT, Alex; WINTER, Michael. A Few More Words About James Tenney: Dissonant Counterpoint and Statistical Feedback. Journal of Mathematics and Music, v. 5, n. 2, p. 63-82, 2011.

RUGGLES, Carl. Evocations. New York: American Music Edition, 1956.

Partitura. SEEGER, Charles. Manual of dissonant counterpoint, Studies in Musicology II: 1929-1979 (Ann Pescatello, ed.), Berkeley: University of California Press, 1994.

SPILKER, John D. “Substituting a New Order”: Dissonant Counterpoint, Henry Cowell, and the Network of Ultra-Modern Composers. Tese (Doutorado). Florida State University, 2010. TENNEY, J. The Chronological Development of Carl Ruggles’ Melodic Style. Perspectives of New Music, v. 16, n. 1, p. 36-69, 1977.

WEISSTEIN, Eric W. CRC Concise Encyclopedia of Mathematics. London: CRC Press, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



 
OPUS - Revista Eletrônica da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música (ANPPOM)
ISSN 0103-7412 (versão impressa, 1989-2008), ISSN 1517-7017 (versão online, 2009- )