A Pesquisa acadêmica na área de Música: um estado da arte (1988-2013)

Lia Vera Tomás
Organização

Sinopse

A discussão sobre música em nosso país, talvez mais do que nas demais artes, sempre enfrenta problemas de natureza variedadas. Sendo o Brasil um país continental em suas dimensões, a primeira questão sobre esse tema assenta-se na diversidade sociocultural e o consequente entendimento do que seja "música";  outro aspecto, decorrente desse, atrela-se aos usos e funções da música nessa pluralidade de ambientes, assim como ao repertório musical difundido e conhecido pelos ouvintes. Visto esse estado dos fatos, falar sobre música requer, em primeiro lugar, a delimitação do repertório ao qual estamos nos referindo: seria ela a música popular urbana, a música de massa e de entretenimento, a popular folclórica ou a erudita?

Mesmo que todas essas músicas sejam objetos de pesquisa em diversas áreas do conhecimento, a proposta desse livro dirige-se para a reflexão de um campo específico, a saber: a realização de um estado da arte sobre as pesquisas acadêmicas na área de música realizadas no Brasil, desde a criação dos programas de Pós-Graduação em Música stricto sensu nos anos 80. Para tanto, tomou-se por base as publicações realizadas nos Anais dos Encontros Anuais e dos Congressos da ANPPOM (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música) entre os anos 1988 e 2013. O levantamento dos dados quantitativos, extraído das publicações constantes no (www.anppom.com.br) e também adquiridas por compra e doação, identificou dois mil, seiscentos e cinquenta (2.650) trabalhos distribuídos em diversas subáreas nos vinte e um congressos já realizados. Visto que as comunicações representam os resultados parciais e/ou finais de projetos de mestrado e doutorado desenvolvidos por discentes, bem como pesquisas realizadas por docentes e pesquisadores vinculados aos programas de pós-graduação nacionais, uma análise qualitativa deste material pode identificar aspectos relevantes do que vem sendo desenvolvido no campo da pesquisa em música no Brasil.

De acordo com o escopo descrito e o volume dos trabalhos encontrados, a pesquisa realizada não teve como pretensão discutir metodologias específicas de cada subárea, a prevalência de uma metodologia sobre outra, nem mesmo comparar as subáreas com vistas a uma valoração. Ao contrário, o objetivo desta foi fazer um primeiro diagnóstico da produção intelectual realizada nos programas de pós-graduação na área de música, assim como apontar tendências e problemas que poderão ser aprofundados em uma etapa posterior.

Finalizando, gostaria de agradecer aos Profs. Hugo Cogo-Moreira (UNIFESP), Ilza Nogueira (UFPB), Diana Santiago (UFBA), e em especial a Profa. Sônia Ray (UFG), mentora da agradecimento dirige-se à FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo -, que por dois anos financiou essa pesquisa, agora transformada em livro.

Capa para A Pesquisa acadêmica na área de Música: um estado da arte (1988-2013)

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)
978-85-63046-03-1
Date of first publication (11)
2015